terça-feira, 25 de junho de 2013

NEFILINS, REFAINS E EMINS OS GIGANTES DO MUNDO ANTIGO







Os Gigantes



"Esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na antiguidade." Gênesis 6.4.



“Antes haviam habitado nela os emins, povo grande e numeroso, e alto como os anaquins; eles também são considerados refains como os anaquins; mas os moabitas lhes chamam emins." Deuteronômio 2.10-11

 “Porque só Ogue, rei de Basã, ficou de resto dos refains; eis que o seu leito, um leito de ferro, não está porventura em Rabá dos amonitas? O seu comprimento é de nove côvados [4 metros], e de quatro côvados [1,78 metros] a sua largura, segundo o côvado em uso." Deuteronômio 3.11.

 “Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos." Números 13.33.

Há cerca de 5.500 anos, a estatura humana era sobremodo elevada. Existiam homens na Mesopotâmia cuja estatura ultrapassava 4 metros. Os primeiros gigantes, chamados na Bíblia de Nefilins (enfilins no original hebraico que significa "caídos" ou "desertores") poderiam ser ainda mais altos.
                                                 

Sob o comando de Dario, O Grande, o Império Persa atingiu seu apogeu, dominando diversas nações rivais, contendo revoltas, e aperfeiçoando leis e a política.

Neste período, numa montanha na província de Kermanshah, foi gravada uma inscrição em ponto tão elevado,que por ser de difícil acesso,  raro era quem podia  ler.                                          

                                                        " A Inscrição de Behistun".



Montanha de Behistun

A gravura mostra Dario junto com soldados persas dominando líderes de comunidades rivais. A diferença de altura entre eles é tão notável que parece até que seus subjugados eram anões.

Inscrição Behistun, painel esculpido na montanha


Rei Dario


Alexandre Magno
Há boatos de que quando Alexandre Magno invadiu Persépolis e tomou o trono, seus pés ficaram
balançando ao ar como os de uma criança.

Também são fatos histórico de grande mistério, em muitas gravuras e relevos, construções de dimensões e tamanhos extremamente grandes, que no geral embalam as imaginações, dando uma visão do passado, até não distinguirmos a verdade da ficção, ou a realidade de uma fantasia .
No entanto, com base em muitas informações, de fontes sem exatidão de verdade, e com um toque de ironia e exagero, muitos trazendo  à mídia arranjos fotográficos, pondo em descredito um fato tão curioso,"Os Gigantes do Mundo Antigo". 


relevo babilônico antigo em pedra - Um Rei gigante
 relevo assírio  palácio Nínive 645-635 aC. um rei de grande estatura frente a um leão
escultura de um gigante abraçando um leão

relevo egípcio-  homens subjugado por um gigante 
gravura fenícia gigante exator


Nos finais dos anos 50 durante a construção de uma estrada no sudeste da Turquia, em Homs e Uran-Zohra no Vale do Eufrates, região próxima de onde viveu Noé após o dilúvio, foram encontradas várias tumbas de gigantes. Elas tinham 4 metros de comprimento, e dentro de duas estavam ossos da coxa (fêmur humano) medindo cerca de 120 centímetros de comprimento.
Fêmur com 1,2 metros
Calcula-se que esse humano tinha uma altura de aproximadamente 4 metros e pés de 53 centímetros. Uma cópia do osso está sendo comercializada pelo Mt. Blanco Fossil Museum na cidade de Crosbyton, Texas, EUA, ao preço de 450 dólares.
Fêmur pertencente a um homem gigante  de 4 metros de altura

"Não foi deixado nem sequer um dos anaquins na terra dos filhos de Israel; somente ficaram alguns em Gaza, em Gate, e em Asdode." Josué 11.22

"Ora, o nome de Hebrom era outrora Quiriate-Arba, porque Arba era o maior homem entre os anaquins. E a terra repousou da guerra." Josué 14.15


Outros grupos de gigantes chamados de Anaquins e Refains (ou Emins) se instalaram na Palestina entre o Mar Morto e a faixa de Gaza. Os israelitas mataram todos os gigantes desta região sobrando apenas o rei Ogue (na região norte da atual Jordânia) e alguns que foram para a faixa de Gaza (região entre o Mar Mediterrâneo e a cidade de Gaza).
"Então saiu do arraial dos filisteus um campeão, cujo nome era Golias, de Gate, que tinha de altura seis côvados e um palmo [2,89 metros]." I Samuel 17.4.

Golias é o gigante mais famoso da história. No entanto não chegava a 3 metros de altura.

Relevo ilustrando  a batalha entre Davi e Golias

 A foto abaixo é da pegada de uma mulher, segundo estudos feitos em cortes da seção transversal. Tem 45 cm e pela estimativa a mulher possuía cerca de 3 metros de altura e 454 kg de peso


Pegada  gigante fossilizada


"Houve ainda outra guerra em Gate, onde havia um homem de grande estatura, que tinha vinte e quatro dedos, seis em cada mão e seis em cada pé, e que também era filho do gigante." I Crônicas 20.6.

Pela narrativa, os israelitas se surpreenderam com esse gigante. Embora seja bastante curiosa, a anomalia dos 24 dedos é encontrada em humanos até hoje.
seis dedos e cada pé e mão 
mão com seis dedos
Em 1876 chegou a Londres um gigante fossilizado de 3,65 metros com 6 dedos no pé direito. Ele foi desenterrado por Mr. Dyer durante uma operação mineira em County Antrim, Irlanda. Em seguida foi levado para exposição em Dublin, Liverpool e Manchester. 

Numa edição de dezembro de 1895, a revista British Strand Magazine publicou uma foto do fóssil tirada no depósito de mercadoria da Broad Street da Companhia de Estrada de Ferro Nort-Western, sendo mais tarde reimpressa no Livrotraces of the Elder Faiths of Ireland de W.G.Wood - Martin

gigante fossilizado de 3,65 metros com 6 dedos no pé
gigante fossilizado


Fatos Registrados
Os gigantes foram encobertos


Por que não há demonstrações públicas de esqueletos gigantescos de nativos americanos em museus de história natural? Os esqueletos de alguns Mound Builders estão certamente em exibição. Há uma exposição maravilhosa, por exemplo, no Aztalan Park, onde se pode ver o esqueleto de uma "Princesa do Aztalan" no museu. Mas os esqueletos colocados em exposição são de tamanho normal, e de acordo com algumas fontes, os esqueletos dos gigantes foram encobertos. Especificamente, a Instituição Smithsonian foi acusada de fazer um esforço deliberado para esconder a "os ossos" e para manter os esqueletos gigantes trancados.

Nas palavras de Deloria Vine, um autor americano e professor de direito:
" A Arqueologia moderna e a antropologia quase selaram as portas da nossa imaginação, ao interpretar amplamente o passado norte-americano como desprovido de qualquer coisa incomum na maneira que aqui existiam  grandes culturas caracterizadas por um povo de comportamento incomum.
Intruso, a grandes cemitérios antigos, no décimo nono século a Smithsonian Institution, criou uma porta de mão unica, através da qual os ossos incontáveis??? foram ocultados misteriosamente .
 Esta porta e o conteúdo do seu cofre está praticamente selada a todos, exceto aos funcionários do governo.
Entre esses ossos podem ser estabelecidas as respostas nem mesmo procurada por esses funcionários sobre o passado e sua profundidade."

Gigantes ancestrais americanos. Abaixo estão alguns achados de esqueletos nos últimos dois séculos nos EUA:
Gigantes ancestrais americanos-imagem ilustrativa
Em seu livro The Natural and Aboriginal History of Tennessee, John Haywood descreve "ossos muito grandes" encontrados em sepulturas de pedra no município de Williamson, no estado de Tennessee, em 1821.
Na metade do século XIX esqueletos gigantes foram encontrados próximo de Rutland e Rodman, no estado de Nova Iorque.
O Dr. J.N. DeHart achou vértebras de tamanhos incomuns em morros de Wisconsin em 1876.
W.H.R. Lykins descobriu crânios de grande tamanho e densidade em morros da cidade de Kansas em 1877.
O Dr. George W. Hill achou um esqueleto de tamanho incomum em um morro do município de Ashland, no estado de Ohio.
Em 1879, um esqueleto de 2,94 metros foi encontrado num morro perto de Brewersville, estado de Indiana (Indianapolis News, 10/11/1975).
Um esqueleto enorme foi achado em um caixão de barro, com laje de arenito contendo hieroglíficos, durante explorações do Dr Everhart num morro perto de Zanesville, estado de Ohio. (American Antiquarian, volume 3, 1880, página 61).
Dez esqueletos de ambos os sexos e de tamanhos gigantescos foram encontrados num morro em Warren, estado de Minnesota, 1883. (St. Paul Pioneer Press, 23/5/1883).
Restos de 7 esqueletos de alturas estimadas em torno dos 2,3 metros foram encontrados em Minnesota, 1888 (St. Paul Pioneer Press, 29/6/1888)
Num morro perto de Toledo, no estado de Ohio, foram encontrados 20 esqueletos, sentados com a face virada para o leste, com mandíbulas e dentes duas vezes maiores do que o normal, e ao lado de cada esqueleto havia uma tigela grande com figuras hieroglíficas curiosamente ornamentadas. (Chicago Record, 24/10/1895, citado por Ron G. Dobbins, NEARA Journal, volume 13, outono de 1978)
No estado de Minnesota foi encontrado um esqueleto de um homem enorme na Fazenda Beckley, em Lake Koronis, e outros ossos gigantes em Moose Island e em Pine City (St. Paul Globe, 12/8/1896).

Em 1911, mineiros descobriram várias múmias de cabelos ruivos com altura que varia de dois a 2,4 metros junto com artefatos em uma caverna em Lovelock, no estado de Nevada (The Unexplained: An Illustrated Guide to the World's Natural and Paranormal Mysteries, Dr. Karl Shuker, 1996).
 Obs: Uma antiga lenda local diz que havia um grupo de gigantes chamados "Si-Te-Cah" que foram exterminados pelos índios Paiutes (ou Piutes), alguns séculos antes da colonização americana. Sarah Winnemucca Hopkins, filha do Chefe indígena Paiute Winnemucca, na página 75 do seu livro Life Among the Paiutes, confirma o fato afirmando que o seu povo guardou os cabelos ruivos daquele povo durante séculos.
Arcada dentária de uma múmia de Lovelock

Arcada dentária de Lovelock



Crânio gigante - caverna Lovelock


Caverna Lovelock




Próximo de Lovelock,  foram achados dois grandes esqueletos no leito do lago Humboldt em fevereiro e junho de 1931. O primeiro media 2,6 metros de altura e parecia ter sido embrulhado em um tecido coberto com goma como as múmias egípcias. O segundo esqueleto tinha quase 3 metros (Review - Miner, 19/6/1931).
Samuel Hubbard, Curador Honorário de Arqueologia do Museu de Oakland, descobriu dois corpos petrificado sendo um de 4,6 e o outro de 5,5 metros, no Grand Canyon do Arizona. Próximo ao local foi encontrado um grande número de pegadas de 43 a 50 centímetros de comprimento (The Hubbard Discovery, Setembro de 1923).



Em Julho de 1877, na região de Spring Valley próximo de Eureka, estado de Nevada foi encontrado um joelho e um osso de perna humana tendo esta a medida de 99 centímetros, equivalente a altura de uma pessoa de aproximadamente 3,5 metros. Os ossos estavam bastante carbonizados devido a sua idade (Strange Relics from the Depths of the Earth, J.R. Jochmans, 1979). 

Porém quando falamos em gigantes, o tema já nos surge envolto em mistérios e sobrecarregados de duvidas, informações de poucas precisões de fatos e lugares, deixando a  falta de comprovação cientificas e turísticas, assunto  que leva o individuo a ter um frio na espinha só em imaginar o mundo sendo habitado por seres gigantes, temos abaixo exemplos de imagens que circulam na internet e artigos do gênero, que não parece trabalho de photoshop, e sim fotos reais.
Dedo mumificado de um gigante, achado em uma tumba egipcia

esqueleto reconstruído a partir do cranio
Na província de Loja, no sul do Equador e da fronteira do Peru foi encontrados fragmentos de ossos .
Famoso e bem conhecido Padre Carlos Miguel Vaca, que os reuniu e os guardou até sua morte no ano 1999, 

O gigante de Loja, no Equador
Reconstrução a partir dos fragmentos, encontrado na província de Loja - Equador  em 10 Dezembro de 1965.
Padre Carlos Miguel Vaca
Padre Carlos Miguel Vaca

Vários fragmentos foram encaminhados ao instituto Smithsonian, nos Estados Unidos, por densidade, idade e estudo de peso.
Afonso Espinoza De Los Monteros: um programa de televisão para todo o Equador e durou duas horas de cadeia Ecuavista, liderado pelo famoso diretor de noticiários de televisão.
Agora, os fragmentos dessa coleção, é exposto pelo renomado pesquisador UFO mundo klaus Dona, em sua exposição "Mistério não resolvidos". 
Vários outros fragmentos são conhecidos por serem em coleções em particular, mas as pessoas que não estão interessadas em esconder, pelo menos não publicamente expostos.
O Gigante de Loja
Ossos de gigantes - Equador

Os fragmentos de ossos acima, foram estudados , com anatomista diferentes e por eles foi confirmado que tais fragmentos sendo  pertencente  a um esqueleto humano , com tamanho estrutural sete vezes maior que o humano moderno.
Formações de quartzo que cobrem a porosidade dos ossos indicou uma datação de dezenas de milhares de anos.
A reconstrução do esqueleto pode ser visitada no parque dos mistérios em Interlaken - Suíça, desde 2004.
esqueleto gigante exposto em museu


ossada gigante sob a areia




esqueleto gigante

arqueólogo descansa ao lado de fóssil de gigante


arqueólogos escavam ao lado de esqueleto gigante





Existem trabalhos bem elaborados com bases em achados e escritos antigos,sobre estes trabalhos foram produzidos  gráficos, comparando a estatura destes seres, com a de humanos normais em dias modernos.


Humano atual vs Gingantes da Antiguidade